O Bom Pastor:

Formação do Clero da Arquidiocese de Braga

4.2.07

A vida é débil



Proteger e promover a vida, até à doação da própria vida, é como que o resumo de todo o Evangelho, o Evangelho da vida.
E não se trata apenas de uma vida abstracta, post mortem. A vida eterna germina e nasce na vida mortal, concreta, finita e mesmo dolorosa, até dramática; é aí que ela se defende - ou não!
E a vida - toda a vida, sem excepção - é algo débil, mesmo a dos fortes, que é forte apenas em ilusão.
Muito mais as dos desprotegidos, que nos colocam, sem rodeios, perante essa debilidade fundamental.
A dureza da vida atingirá a sua leveza eterna, na medida em que souber proteger a vida débil que lhe é confiada - como uma dádiva infinita e infinitamente absoluta.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home