O Bom Pastor:

Formação do Clero da Arquidiocese de Braga

11.2.07

Portugal, finalmente um país moderno...


Portugal
Sim: 59.25%
Não: 40.75%

Braga
Não: 58.80%
Sim: 41.20%

3 Comments:

  • Parece-me do mais elementar bom senso olhar o aumento tão significativo do "sim" em Braga, face a 1998. Há muito que Braga está a mudar e neste tipo de "post" há muito de distração e sei lá o que mais...
    Joaquim Santos

    By Anonymous Anónimo, at 11:20 da tarde  

  • Tive que desligar a televisão quando ouvi o Dr. Louçã saudar os católicos.
    Foi muito provocador, baixo, degrandande e de uma ironia sem qualquer elevação. E são estes falsos profetas que desejam construir uma sociedade nova, moderna, desenvolvida, digna de nos abrir a porta para o futuro.
    Eu já sentia que aquele senhor vivia noutro mundo, mas que estava tão atrasado e que ainda não sabia que estavamos no século XXI...no minimo é preocupante, para quem diz ter solução para os portugueses, mas para que servirão as suas soluções, se ele próprio não sabe a que quantas anda?...
    Álvaro Cruz da Silva, ofm

    By Anonymous Anónimo, at 11:55 da manhã  

  • Dados comparativos (do STAPE)

    Distrito de Braga, em 1998:
    Não: 77.40%
    Sim: 22.60%

    Contudo:
    O número de votantes no Não manteve-se relativamente estável, correspondendo o aumento de votantes no Sim, grosso modo, ao aumento do número de votantes global
    Ou seja: a diferença de resultados dos dois referendos a nível distrital parece atribuir-se à diminuição da taxa de abstenção, sendo que o abstencionismo é comunmente lido como mais penalizador para o campo do Sim. Extrapolando um pouco, pode-se inferir que, se o referendo de 1998 tivesse tido a mesma taxa de abstenção deste, os resultados seriam quase idênticos.
    Resumindo: contrariamente ao que os resultados sugerem, o panorama de mentalidades no nosso distrito é hoje sensivelmente o mesmo de há nove anos atrás...

    By Anonymous Anónimo, at 1:11 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home