O Bom Pastor:

Formação do Clero da Arquidiocese de Braga

12.5.07

SUA BELEZA ME SALVARIA PARA SEMPRE




Nunca mais me abandonaram aqueles versos de um poeta brasileiro sobre Lourdes [mas também poderiamos dizer de Fátima]. «Quem me dera estar em Lourdes quando a Virgem desapareceu, pois a saudade de sua beleza me salvaria para sempre». Às vezes penso nessa intensa luz que teima em ficar depois de uma presença que já não é. Ela torna-se o sustento para nossos dias. Faz-nos viver da memória, como uma visitação que sempre nos resgata. Talvez a saudade seja também um modo de não caminhar sozinho.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home