O Bom Pastor:

Formação do Clero da Arquidiocese de Braga

24.1.07

«A Palavra para viver»: Bruno Forte (6)



6. A obediência da fé à Palavra

À Palavra do Senhor correspondes verdadeiramente se aceitares levar naquela escuta acolhedora, que é a obediência da fé, «com a qual o homem se abandona totalmente a Deus em liberdade, prestando o pleno obséquio da inteligência e da vontade a Deus que revela e confiando voluntariamente na revelação dada por Ele» (Concilio Vaticano II, Lúmen Gentium, 5). O Deus, que se comunica ao teu coração, chama-te a oferecer-Lhe não qualquer coisa de ti, mas tu mesmo. Esta escuta acolhedora faz-te livre: «Se permanecerdes fieis à minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos; conhecereis a verdade e a verdade vos fará livres» (Jo 8, 31-32). Na Palavra é o próprio Deus a chegar a ti e a transformar-te: «A palavra de Deus é viva, eficaz e mais penetrante que a espada de dois gumes; ela penetra até ao ponto de divisão da alma e do espírito, das junturas e da medula e perscruta os sentimentos e pensamentos do coração» (Heb 4, 12). Entrega-te, então, à Palavra. Confia nela. Ela é sempre fiel, como Deus que a diz e a habita. Por isso, se acolheres com fé a Palavra, nunca estarás só: na vida, como na morte, entrarás através dela no coração de Deus: «Aprende a conhecer o coração de Deus nas palavras de Deus» (S. Gregório Magno, Registo das cartas, 5, 46). Escutar, ler, meditar a Palavra; saboreá-la, celebrá-la; vivê-la e anunciá-la em palavras e obras: é este o itinerário que se abre diante de ti, se compreenderes que na Palavra de Deus está a fonte da vida. Deus em pessoa visita-te nela: por isso a Palavra implica-te, rapta-te o coração e oferece-se à tua fé como ajuda e defesa no crescimento espiritual.

1 Comments:

  • Esta Carta Pastoral é uma maravilha. É verdadeiramente doce como o mel.

    By Anonymous Anónimo, at 3:28 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home