O Bom Pastor:

Formação do Clero da Arquidiocese de Braga

5.7.06

Sua beleza me salvaria para sempre



(Rober Hupka)

Nunca mais me abandonaram aqueles versos de um poeta brasileiro sobre Lourdes. «Quem me dera estar em Lourdes quando a Virgem desapareceu, pois a saudade de sua beleza me salvaria para sempre». Às vezes penso nessa intensa luz que teima em ficar depois de uma presença que já não é. Ela torna-se o sustento para nossos dias. Faz-nos viver da memória, como uma visitação que sempre nos resgata. Talvez a saudade seja também um modo de não caminhar sozinho.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home