O Bom Pastor:

Formação do Clero da Arquidiocese de Braga

17.6.06

Corpo de Deus: um modo frágil, infinito, de ficar


Durante três anos aqueles amigos percorreram as cidades do Oriente. Sempre juntos, pobres, generosos, caminhavam na força que têm as palavras e os gestos. Á sua frente seguia alguém misterioso como o fogo, belo como o vento que bate nas árvores. Junto de Jesus, os dias eram um milagre. Mas Jesus sabe que tem de partir. Por isso encontrou um modo frágil, infinito, de ficar com os que ama: um pedaço de pão e um copo de vinho. «Este é o meu corpo. Este é o meu sangue. Eu estarei sempre convosco!»

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home