O Bom Pastor:

Formação do Clero da Arquidiocese de Braga

16.3.07

A ESMOLA



Lembro muitas vezes o José, o pedinte. Havia gente que atravessava a rua só para cruzar com ele. Um mistério parecia habitá-lo. A quem passava lançava um sorriso que fazia lembrar o sol. Cantava e era feliz. Estendia a mão agradecendo com uma benção. José, o pedinte, podia depositar um segredo no bolso de cada um. Porque todos, afinal, somos pedintes. Porque a nossa vida precisa sempre de um sorriso, de uma palavra amiga, de uma canção ou de uma benção.

[Mário Rui de Oliveira]

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home