O Bom Pastor:

Formação do Clero da Arquidiocese de Braga

2.8.06

Bruxelas Toussaint 2006


Tiradas do Evangelho de João, estas palavras acompanharão todas as actividades de Bruxelas 2006. Inscrevem-se no âmbito de um diálogo: “Mestre, onde moras?”, perguntam os que, mais tarde, serão os seus discípulos. “Vinde e vede...”, responde-lhes Jesus. Uma busca, um encontro, o convite a uma atitude, a uma experiência. Esse diálogo, iniciado há 2000 anos, continua nos dias de hoje.

Congresso para a Evangelização na Cidade

Depois de Viena, Paris e Lisboa, a Igreja de Bruxelas quer reflectir sobre a sua missão de evangelização na cidade. Embora o momento forte seja a semana de Todos-os-Santos 2006, graças ao Congresso na Basílica de Koekelberg e múltiplas outras actividades nas paróquias, este evento tem como objectivo dar aos agentes eclesiais uma ocasião regular para se encontrarem, reflectirem, partilharem e rezarem juntos.

Durante o Congresso, abriremos as portas das igrejas, sairemos para a rua e diremos a todos quem somos. Sem pretensões e sem nos impormos: simplesmente para mostrar que existimos e que procuramos ser solidários com tudo quanto constitui as alegrias e as tristezas deste nosso tempo.
Conferencistas de prestígio

Oradores de renome internacional em Bruxelas:
• Andrea Riccardi, fundador da Comunidade de Santo Egídio, com o tema: SERVIR
• Timothy Radcliffe, antigo mestre dos Dominicanos, com o tema: ANUNCIAR
• Nicolas Buttet, moderador da comunidade Eucharistein ? com o tema: CELEBRAR
• Enzo Bianchi, prior da comunidade de Bose, com o tema: REZAR
• Maggy Barankiste, burundesa que salvou milhares de crianças aquando do genocídio Inscrever-se e participar


Objectivos de Bruxelas 2006
• Aprofundar a nossa identidade de cristãos em Bruxelas, capital da Europa e da Bélgica, na continuação dos Congressos de Viena (2003), Paris (2004) e Lisboa (2005).
• Em torno do projecto de Bruxelas 2006, reunir as paróquias e outros agentes eclesiais de Bruxelas criando ocasiões regulares de encontros, reflexões, de partilha e espiritualidade, sempre numa dinâmica construtiva de médio prazo.
• Assegurar a visibilidade pertinente de uma Igreja católica moderna, aberta, presente, sem complexos nem arrogância, que quer fazer viver a mensagem e o exemplo de Cristo.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home